• Paulo Bomfim

O que é Liderança Inovadora afinal?

Atualizado: 22 de Out de 2020


O conceito de liderança inovadora se opõe ao modelo de liderança tradicional, seguido pela maioria dos líderes atuais, que mesclam os interesses exclusivos do negócio com os próprios, assim como confundindo suas habilidades de gestão de processos e recursos com a liderança de indivíduos que compõem suas equipes.

Quando se trata de liderança tradicional, as pessoas da equipe enxergam no líder um gestor, um diretor, um chefe. Os seus pedidos geram revolta em alguns, que não acatam o que é pedido. Em outras pessoas, não gera ação, por não entenderem o que é pra ser feito. Já os que seguem as ordens, fazem por medo ou por gostarem do que fazem, e isso tem pouco a ver com a apreciação de quem está na liderança.

Talvez você pense que pouco importa se gostam ou não de você, desde que o trabalho seja cumprido. Esse pensamento revela justamente uma postura tradicional, que não leva em conta que o trabalho é feito por pessoas. E pessoas seguem pessoas. E ao seguirem, fazem de bom grado, com coração, com entrega. E quando olhamos para organizações bem sucedidas, vemos que há pessoas que se gostam, que se estranham sim, se desentendem sim, mas sempre na busca de criar convergência e progresso mútuo.

Eu classifico 5 características que indicam o jeito tradicional de liderar:


1) Foco exclusivamente no resultado - são líderes que, não importa o que aconteça ou a quem, seguem exigindo e cobrando, vendo as pessoas como recursos para alcançar seus objetivos. Acabam desgastando a equipe, se distanciando das pessoas e derrubando o engajamento;


2) Comunicação ineficiente - sua forma de se comunicar se baseia em que todos devem entendê-lo, por isso geralmente usa as mesmas frases e da mesma forma. Sua equipe perde prazos e não atende critérios de qualidade, pois não entende as solicitações e os feedbacks são sinônimo de bronca e desgaste;


3) Forte destemperamento - a pressão em torno da liderança faz com que se abale fortemente diante dos altos e baixos do dia a dia, o que leva a tomadas de decisão precipitadas e impulsivas, que levam a erros que poderiam ser evitados e ações custosas a todos;



4) Desconfiança e insegurança - enquanto se fecham para a equipe, esses líderes acabam centralizando ações e decisões, acumulando tarefas muitas vezes operacionais, por achar que fazem melhor que os outros e não assume suas próprias falhas, sendo extremamente duro com as falhas alheias;


5) Competitividade destrutiva - incentiva que as pessoas alcancem resultados mesmo que detonem outras pessoas ou setores para isso, criando um ambiente interno de competição desleal, gerando um impacto negativo para quem trabalha e também para o cliente final.


É preciso compreender que, por mais que essa tenha sido a forma de trabalhar dos últimos anos, que a empresa tenha crescido e se mantido por tempos com essa mesma mentalidade e postura dos líderes, é hora de ver que de fato, é isso que está sabotando o seu progresso e impedindo que talentos cheguem e permaneçam. Da mesma forma, minando novas ideias e ações e fazendo com que a equipe não queira se esforçar para fazer o negócio crescer. E isso é condenar o seu negócio a uma queda vertiginosa.

Existe um provérbio chinês que diz: "O peixe começa a apodrecer pela cabeça". Eu acredito nesse provérbio, já vi acontecer com várias empresas, em vários empreendimentos e projetos. Quando o líder não muda sua postura destrutiva, ele condena todos à derrota.

Agora, eu também acredito que, da mesma forma que o peixe começa a apodrecer pela cabeça, é por aí que ele também começa a se curar. E é papel fundamental da liderança entender que, para crescer em qualquer empreendimento, projeto, negócio ou rumo que se queira dar para a própria vida, não é repetindo o que foi feito que se alcançará tal nível. É preciso estar aberto a uma mentalidade e atitude que acompanhe a mudança que as pessoas querem e vivem. E por isso, eu quero te apresentar essa nova forma de liderar que gera resultados para aqueles que a aplicam no seu dia a dia. E é a Liderança Inovadora.

Assim como a tradicional, podemos observar cinco características marcantes da Liderança Inovadora.

1) Foco na Equipe - a liderança precisa começar com você. O que vale para a equipe, tem que valer para você. Permita-se conhecer as pessoas, saber quem elas são. Se envolva e mostre que você está disponível para ouvir e participar. Deixe a porta aberta e "nossifique" todas as coisas, ou seja, torne tudo "nosso": nossas equipes, nossos objetivos, nossos problemas, nossas soluções, nossos clientes, nossa empresa! Essa simples ação aumenta o pertencimento;


2) Comunicação Jedi - eu sou fã do Star Wars e os cavaleiros Jedi tem muitas qualidades, uma delas é ser capaz de se comunicar com todos e ser compreendido por robôs, alienígenas e até humanos! Criar uma linguagem comum é importante para criar uma cultura onde as pessoas se entendem, por isso aprenda a se comunicar com palavras, tons de voz e gestos que reforcem o que você quer dizer, assim como textos e demais formas de comunicação;


3) Atitude de Estadista - Só baratas tem sangue de barata, por isso um Líder Inovador tem e reconhece suas emoções, por isso mesmo pode liderá-las e ponderar sobre as situações, por mais estressantes, enervantes, aterrorizantes ou empolgantes que possam ser. Planejar antecipadamente mitigação e contingenciamento de riscos também ajuda a agilizar decisões sem comprometer resultados;


4) Confiável e confiante - confiança é risco, e se arriscar de forma calculada faz parte da Liderança Inovadora. Criar um ambiente psicologicamente seguro, testar e entregar trabalhos para as pessoas e esperar resultados, mais do que seguir as mesmas fórmulas, permitir que as pessoas descubram formas melhores de resolver problemas antigos. Assumir dificuldades diante da equipe faz com que as pessoas se sintam confortáveis de fazer o mesmo, assim como compartilhar problemas que muitas vezes passariam despercebidos e podem assim, ser evitados;


5) Competitividade colaborativa - é importantíssimo que as pessoas queiram progredir e o Líder Inovador não só incentiva isso, como incentiva a crescer de forma ética e colaborativa, favorecendo colegas, melhorando performance, compartilhando conhecimento e gerando novos negócios para o bem de todos.

Como você e sua equipe podem atingir uma Liderança Inovadora?

Através de palestras, que despertam o conhecimento e quebram paradigmas sobre a liderança, dando choques de realidade nas pessoas e as despertando, para uma nova possibilidade de se relacionar de forma construtiva, positiva e cheia de prosperidade. Você pode saber mais sobre as palestras clicando aqui.

Também através de sessões de atendimento em grupo ou individual, onde as necessidades de cada um são observadas e tratadas, dúvidas são esclarecidas e problemas antes não vistos são apontados e corrigidos, para que o objetivo final seja alcançado e as pessoas consigam caminhar sozinhas e prosperar. Você pode saber mais sobre atendimento individual clicando aqui e sobre atendimento para grupos clicando aqui.

E há a possibilidade de realização de workshops, ou uma mentoria mais extensa, com fins de trabalhar atitudes que levem à mudança de mentalidade e comportamento. Para saber mais sobre os workshops clique aqui e para participar de uma mentoria, clique aqui.

Espero de verdade ver nosso país cada vez mais inovador na sua forma de agir e pensar. E que cada vez mais, empreendimentos que possuam essa atitude e mentalidade possam empregar mais e mais pessoas, que vão absorver e espalhar essa cultura por onde forem.

Um grande abraço!

Paulo Bomfim

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo