Retenção de Talentos é um erro!


Artigo - Retenção de Talentos é um erro! - por Paulo Bomfim Oficial

Fala líder! Eu sei, mais um título pra causar, mas por uma boa causa. Eu explico.


Quanto mais eu falo com CEOs, empresários e executivos, mais eu ouço a mesma reclamação: a dificuldade de contratar e reter talentos é enorme! Pra quem é bom profissional, oferta de emprego chove. E sair daqui pra ir pra lá, pode ser muito fácil de se fazer.


No desespero de segurar essa turminha, muitos líderes estão adotando duas posturas básicas: a primeira é se desesperar, a segunda é reclamar da falta de comprometimento. Aliás, a segunda parece epidêmica! Nunca tantas pessoas reclamaram da mesma coisa e estiveram tão erradas!


Não, não falta comprometimento das pessoas. Hoje em dia aliás, isso está super em alta! As pessoas são altamente comprometidas, principalmente os mais jovens. E você vai me perguntar: "Paulo, se isso é verdade, por que elas estão indo embora?". A resposta dói mas é verdade: "porque elas não são comprometidas com você".


Verdade seja dita, as pessoas querem ficar baseadas cada vez mais em valores totalmente diferentes do que as empresas tradicionais tem pra propor. Salário em dia, benefícios, não bastam. Desafios? Sim, tem que ter também. Mas as pessoas não querem só o desafio, querem saber vai ter alguém lá por elas. Que o que elas fazem realmente importa. E principalmente, querem saber que são importantes para a empresa que as contratou.


Romântico demais? Certeza que não! Cada dia fica mais evidente que as pessoas entendem que não existe vida profissional, vida familiar e vida pessoal. Que o que elas tem se chama unicamente, vida, e é só uma! E que passar tanto tempo em um lugar onde não se gosta das pessoas, não se compartilha valores, o sentimento de desconfiança é grande, a comunicação é truncada, a responsa é grande mas não podem contar com ninguém, é perda de tempo valioso dessa vida. E elas querem mais!


"Ah Paulo, mas tem quem quer chegar e trabalhar e ir embora". Sim, mas nós estamos falando de talentos! Aquelas pessoas que fazem toda a diferença, com iniciativa, brilhantismo, alta produtividade, faro aguçado para os negócios e grande capacidade de liderança. Aquelas pessoas que estão sendo escrutinadas pelos algoritmos dos recrutadores e que são raros de achar disponíveis. E que pode até ser que você tenha um punhado deles na sua equipe, mas que cada vez se torna mais difícil mantê-los no mesmo lugar.


Contratar um pássaro pelo tanto que ele pode voar e colocá-lo numa gaiola é uma péssima estratégia. Admirar uma pessoa por suas opiniões e ideias, mas não implementar nenhuma é um erro fatal. Ver o quão bem uma pessoa lida com a equipe e pedir que ela fique sentada sem falar é assinar a demissão dessa pessoa.


Por isso estou dizendo que retenção de talentos é um erro. Talentos não se retêm, é impossível! Não é essa abordagem nem essa mentalidade que você precisa ter. Não se trata de reter, mas de revitalizar esses talentos! Revitalizar a relação que você tem com essas pessoas, esses seres humanos especiais que fazem seu negócio, seus projetos acontecerem. Pessoas precisam ser nutridas, através do amadurecimento das suas relações.


E por mais que a sua relação esteja no nível profissional, quero relembrar o que falei lá em cima: só temos uma vida! Então seja você um ser humano, seja uma pessoa e trate assim também as pessoas que estão contigo!


Numa época onde sabemos que dificilmente teremos pessoas trabalhando nas mesmas empresas por muito tempo, é bom saber que a lealdade que queremos das pessoas começa conosco. E o comprometimento que queremos ter delas, precisamos dar também.