Como Liderar em Áreas Diversas em Tempos de Pandemia - com Shirlaine Paduin

Atualizado: Jun 21


Na minha Live semanal Conversa de Líder, que vai ao ar todas as quintas, às 21h, eu tive a alegria de receber a minha querida Shirlaine Paduin, empresária, sócia do Externato Parque Continental, em Guarulhos, SP.

A Shirlaine trás na bagagem ser empresária há 30 anos, após começar como professora e realizar o sonho de ter a própria escola. Quando perguntei sobre as crises que viu durante todo esse tempo, ela foi categórica em dizer que nenhuma foi tão grande quanto e turbulenta quanto a que estamos vivendo, durante essa pandemia com o COVID-19.

Diante de tantas coisas que precisou lidar, como a ausência de alunos, professores trabalhando remotamente e se acostumando a entrar virtualmente nas casas dos alunos todos os dias, pais se acostumando com a nova rotina e tendo professores virtualmente dentro de suas casas, muitos outros conflitos e problemas surgiram, bem diferentes dos que ela já estava, de certa forma, acostumada.

Para a Shirlaine, o que mais surgiu de problema foram os conflitos entre pais, alunos, professores e a entidade escola. Há reclamações, há desânimo, há limitações de aprendizado e é importantíssimo para ela, como líder, bolar diariamente estratégias para se prevenir, evitar problemas e saber como corrigí-los quando acontecerem. Numa conversa que tivemos antes da Live ela me contou que costuma chegar uma hora antes de todos, sentar na sua mesa e pensar sobre como será seu dia e planejar o que poderá fazer.

Um dos pontos que foi tocado que adorei saber foi com relação à cultura da empresa, que hoje está clara e alinhada, mas a Shirlaine lembra que nem sempre foi assim. Levou anos para se estabelecer e é essa cultura que tem mantido todos fortes e seguros, um apoiando o outro.

Sobre as conversas que tem tido, seja com professores, pais, alunos ou outros funcionários da escola, a Shirlaine deixa a regra: transparência! Falar a real, jogar limpo sempre é tão importante quanto outra coisa fundamental: ouvir as partes! Durante esse tempo, aumentar o diálogo, mesmo que através das ferramentas digitais, é fundamental para melhorar as relações e acalmar os ânimos, que hora ou outra acabam se exaltando. Para isso, ela também recomenda: "alguém tem que ser o adulto da discussão. Que sejamos nós, os professores, os diretores. Dessa forma, quando as coisas se acalmam, fica mais fácil conciliar e quem errou acaba pedindo desculpas."

Eu concordo com tudo isso. Cada vez mais é fundamental diminuir as distâncias e trazer os colaboradores para perto. Dar valor, reconhecer, apoiar nas dificuldades da forma que puder, é fundamental para que as pessoas saibam que estão sendo cuidadas, que há uma luz em meio a esse nevoeiro que faz com que todos se aproximem e se sintam seguros e amparados.

Aproveito aqui para agradecer a participação de todos que estiveram ao vivo. Se você quiser assistir pela primeira vez ou ver o replay, é só clicar no link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=Pop8_IPF5BY

Nos vemos no próximo Liderança Inovadora! Grande abraço!

Paulo Bomfim


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
</